Você já ouviu falar sobre descarga eletrostática? Muitas vezes desconsiderada, mas algo que necessita de atenção redobrada.

No setor de placas eletrônicas, entender o que é descarga eletrostática é algo essencial. Isso porque, de maneira geral, esse processo ocorre quando há um desequilíbrio de elétrons, seja por excesso ou falta destes, o que causa a repentina transferência de carga de um local para outro.

O principal causador disso é a eletricidade estática, ou seja, o acúmulo de cargas elétricas em um local seco. Diferente do que muitos pensam, a descarga eletrostática é um tanto quanto comum e um exemplo dela é aquele choque que tomamos quando vamos abrir a porta.

De maneira geral, a descarga eletrostática é inofensiva, mas para quem trabalha no setor de placas eletrônicas precisa estar atento a mesma, pois a descarga é capaz de danificar toda a placa.

Como evitar a descarga eletrostática?

A prática mais comum e eficiente de evitar danos é o aterramento. Entretanto, também pode-se tomar outras medidas, como escolher um piso com isolamento, usar sempre sapatos de borracha e não ter por perto objetos altamente concentrados com carga elétrica.

Estes cuidados são essenciais e devem ser sempre seguidos por montadoras de placas eletrônicas. Isso porque os circuitos sensíveis são extremamente vulneráveis, até mesmo a pequenas descargas. Portanto, os cuidados precisam ser minuciosos, tendo em vista que um corpo humano pode sequer sentir a descarga, enquanto a placa pode ser completamente danificada.

Imagem: Sawangkaew/ Shutterstock

Quais equipamentos utilizar para evitar a descarga eletrostática?

O mercado está repleto de equipamentos eficazes que são capazes de evitar que a descarga eletrostática aconteça. Alguns deles, são:

  • Jaleco antiestático: feito com fios de carbono em meio ao tecido para a proteção da descarga;
  • Calcanheiras dissipativas: capaz de dissipar as cargas diretamente para o chão;
  • Manta antiestática: dissipa a energia formada pelo contato com a bancada de trabalho;
  • Luvas antiestática: evita contato direto e impede possíveis acidentes. Indicada para quem trabalha com a manutenção de componentes eletrônicos;
  • Pulseiras de aterramento: com filamento condutor, leva a energia do usuário para o sistema de aterramento.

Este problema só acontece na montagem de placas eletrônicas?

Não, a descarga eletrostática também pode acontecer durante seu uso, na casa ou empresa do consumidor. Mesmo com a indicação que o equipamento seja instalado apenas com aterramento, é certo que esta nem sempre é respeitada pelo usuário.

A consequência dessa atitude é o funcionamento das placas de maneira irregular ou, até mesmo, seu defeito. Portanto, cabe ao setor de placas eletrônicas alertar sobre os riscos que ter um equipamento ligado à rede elétrica sem o devido aterramento pode causar.

Grande parte das pessoas preocupa-se com seus equipamentos apenas durante as tempestades. Entretanto, essa preocupação também precisa se estender no dia a dia comum.

Enfim, nós, da GoldenPlac, adotamos todos os procedimentos para evitar que a descarga eletrostática danifique nossos equipamentos. Além disso, preservamos sempre a qualidade de nossas placas eletrônicas, nos dedicando diariamente para entregar o melhor para você.

Conheça mais sobre nosso trabalho, clique aqui!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *